Pai | Aluno | Login
Início » História

História

“COLMEIA RECREATIVA”  - 1961 a 2006

“CENTRO SOCIOEDUCACIONAL IRMÃ MARIA BERNADETTE LEME MONTEIRO” – 2007 a 2013

“ESCOLA FILANTRÓPICA IRMÃ MARIA BERNADETTE LEME MONTEIRO” – 2014

Uma das maiores realizações em 1961, no Colégio Santana, foi a fundação da “Colmeia Recreativa”, por Ir. Maria Bernadette Leme Monteiro, com a finalidade de contribuir para a formação religiosa, social e educacional de meninos pobres do bairro, na idade de 6 a 14 anos.

Antes da matrícula era feita a visita às famílias das crianças para verificar a situação das mesmas.  Algumas até precisando de uma assistência maior, tal era a situação de pobreza.

No início, a Colmeia era só para meninos e funcionava em dois períodos: os alunos que frequentavam a escola pública no período da manhã, vinham para a Colmeia à tarde, recebiam o almoço e antes de ir embora tinham um bom lanche; os alunos do período da tarde, vinham pela manhã, tomavam o café e antes de irem para a escola, almoçavam.

Abrangia duas categorias de meninos: os que estavam cursando o primário (1ª a 4ª série) e os que tinham terminado essa fase e se preparavam para o ensino técnico.

Além da formação religiosa e social era dado reforço escolar e também artesanato e jogos. Para os maiores, trabalhos técnicos e se cursavam o ginásio, reforço escolar.

Os trabalhos feitos por eles podiam ser vendidos e o lucro colocado na caderneta de poupança, aberta para cada um, na Caixa Econômica. Era uma forma de educá-los também  na aprendizagem da economia.

Durante esses anos todos de dedicação das Irmãs e colaboradores que trabalharam com eles,  percebemos que a maioria desses alunos soube  aproveitar a oportunidade que lhes foi dada, desenvolvendo habilidades e competências que sem dúvida colaboraram para sua inserção no mercado de trabalho. Muitos deles voltam para contar seus êxitos no trabalho e nos estudos, chegando a completar o Ensino Superior.

Com o tempo muita coisa foi sendo alterada, segundo a evolução da vida e da educação. A “Colmeia” já não era mais exclusiva para meninos. Também, em lugar de as crianças frequentarem escolas públicas, como era no início, passaram a frequentar classes aqui no Colégio em todo o Ensino Fundamental. Conservamos o processo de seleção para manter o objetivo de sua existência: atendimento a crianças carentes.

Em 1992, a Congregação achou por bem formar uma Escola independente do Colégio,  sob a mesma direção. Foi então registrada com o nome de “Centro Socioeducacional Irmã Maria Bernadette Leme Monteiro”, em homenagem à sua fundadora.

São atendidos em média  300 alunos, do 1º ao 9º ano. Participam de eventos  e são bastante criativos em suas apresentações.

Oferecer a todos os alunos um ensino de qualidade, é nosso objetivo maior. Para isso contamos com uma equipe de Colaboradores envolvidos e responsáveis.

São Paulo, março de 2014.
Ir. Rita de Cássia Nogueira
Edna Maria Petigrosso Spigai

Deixe o seu Comentário!