Pai | Aluno | Login
Início » Corrente Consciente

Corrente Consciente

CCONSCIENTE

:: A CAMPANHA
A Campanha Corrente Consciente – é uma ação de conscientização social para promover a doação / arrecadação de notas fiscais – Programa Nota Fiscal Paulista – para a Associação SIPEB.

Os recursos obtidos por meio dos créditos de parte do ICMS e nos sorteios serão direcionados à melhoria da qualidade e à ampliação dos serviços oferecidos pela Instituição à população carente.

Cerca de 3% do valor do cupom doado (dependendo da alíquota do ICMS) serão direcionados para a Associação SIPEB.

 

:: OBJETIVO

Aumentar o número de postos de arrecadação de notas fiscais.
Aumentar a captação de recursos da Associação SIPEB por meio dos créditos gerados e dos sorteios.
Divulgar os Projetos Sociais mantidos pela Associação SIPEB.

Promover a Conscientização Social dos/as colaboradores/as da SIPEB, educandos/as, famílias, empresários e doadores em potencial.
Fomentar a participação e compromisso da comunidade interna – colaboradores/as, educandos/as e famílias – nas atividades de assistência social da Associação SIPEB.

 

:: COMO FUNCIONA

O Cupom Fiscal é emitido, qualquer que seja o valor da operação, por meio de Equipamento Emissor de Cupom Fiscal – ECF, nas vendas à pessoa natural ou jurídica, em que a mercadoria for retirada ou consumida no próprio estabelecimento pelo comprador.

As entidades de assistência social, saúde e educação, sem fins lucrativos, com sede e atividades preponderantes no Estado de São Paulo podem receber os benefícios da Nota Fiscal Paulista.

De acordo com as normas da Nota Fiscal Paulista, o consumidor pode doar os documentos fiscais em papel, sem CPF ou CNPJ, à entidade de assistência social e de saúde de sua preferência. Ele pode depositar o documento fiscal nas urnas distribuídas nos estabelecimentos comerciais, entregá-lo diretamente à instituição ou acessar o site do programa, com o uso de sua senha pessoal, e cadastrá-lo em favor da entidade de sua escolha até o dia 20 do mês subsequente ao da compra.

As notas deverão ser cadastradas até o dia 20 de cada mês.
A maioria dos produtos não rende créditos. Um dos principais motivos é um mecanismo chamado substituição tributária, em que o ICMS é pago pelo fabricante ou importador, e não pelo varejista, como por exemplo: Concessionárias de veículos, postos de combustíveis, lojas de material de construção, farmácias, lojas de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e utilidades domésticas, lojas de brinquedos, papelaria, lojas de instrumentos musicais, lojas de CD, lojas de colchões e supermercados (sorvetes, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, produtos alimentícios industrializados, produtos de limpeza, ração animal, pilhas e baterias, lâmpadas elétricas e ferramentas).

Produtos isentos de ICMS também não rendem créditos. É o caso de livros, jornais e revistas, que detêm imunidade constitucional, e de hortifrutigranjeiros, serviços de transporte de passageiros, fornecimento de água e energia elétrica.

Os estabelecimentos especializados em produtos que não sofrem substituição tributária, nem redução ou isenção de ICMS são os mais vantajosos para os consumidores, como por exemplo, lojas de roupas e calçados, restaurantes e lanchonetes, joalherias, lojas de bijuterias e acessórios, óticas, lojas de cama/mesa/banho, lojas de móveis, pet shops, e outros.
O foco principal deve ser captar e cadastrar o maior número de notas em estabelecimentos comerciais que geram créditos.
No entanto, o cadastramento do maior número de notas possível é fundamental, mesmo que não gerem créditos, pois a cada R$100,00 de notas cadastradas é gerado um cupom eletrônico para a participação do sorteio mensal de prêmios em dinheiro.

 

 SEJA NOSSO PARCEIRO NESTE PROJETO

Entre em contato:

e-mail: correnteconsciente@saojosecolegio.com.br

Telefoen:(13) 3023-5797
CCCON2

Deixe o seu Comentário!